quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Eleições Conselho de Arbitro da FEXERJ

Somente os membros do conselho podem se candidatar e são eles:

AI      FRIEDRICH ALFRED SALAMON

AI      ELCIO COMTE LOFREDO MOURÃO

AF      MARCELO EINHORN

AF      EDUARDO ARRUDA DA GAMA DE AZEVEDO CUNHA

AF      PAULO CESAR LEVY

AN      MANOEL ANTONIO DA CRUZ MIGUEIS

AN      RICARDO DE SOUZA BARATA

AN      PEDRO PAULO DA SILVA QUEIROZ

AE      JOSE DUARTE DE BARROS

AE      SYLVIO LUIZ SOARES DE REZENDE

AE      JORGE MORAES COSTA

AE      SELMO BASTOS PINTO

AE      CARLOS CESAR AMORIM



Essa é a ordem de classificação dos árbitros da FEXERJ, os membros ativos do conselho no momento são os 5 primeiros, tendo os AN como suplentes, o presidente mais lógico seria ter um AI  os únicos o Salamon e o Elcio Morão, Salamon resolveu se aposentar então o lógico seria ter o Elcio como novo Presidente, o Elcio não se candidatando teríamos como opções os AF, eu não serei candidato em hipótese alguma, ai sobre o já candidato AF Marcelo Einhorn e AF Paulo Levi, seria uma disputa saudável e ambos teriam chance.

Lançar o Carlos Cesar Amorim como candidato da convergência, vai fazer o movimento ter sua primeira derrota eleitoral, ele é o ultimo classificado do Conselho de arbitros e nem faz parte ou já fez dos titulares que tomam as decisões do conselho de árbitros, é bom lembrar que o presidente da decisões liminares que tem que depois ser apresentada aos membros do conselho, um arbitro estadual dando decisões liminares contra árbitros mais graduados e principalmente julgado recursos contra os mesmos vai gerar um monte de decisões liminares reformadas pelos outros membros do conselho.

Se vcs querem ter um candidato coerente com o que prega o movimento lancem o Elcio , o Levi , qq outro nome vai ser massacrado pelo Marcelinho, muitos que votam no Mascarenhas, pensão pelo melhor para o Xadrez e o Conselho de Árbitros é  técnico e tem classificação hierárquica, o ultimo classificado ser o chefe, me parece tecnicamente errado e fora da realidade do movimento, ou lancem um candidato tecnicamente com chance ou não lancem ninguém.

Ter uma derrota eleitoral, em ano de eleições do executivo pode se tornar um desastre.

13 comentários:

Marcelo disse...

Arruda
Bela postagem.Eu nao me lancei candidato ainda e o Levy por ex me falou que nao tem ideia de se candidatar caso eu faça. Temos ideias técnicas bem parecidas. A grande questão é o que se espera que o Pres do CA faça, não é um cargo politico,como já demonstrei. Há muito o que se fazer,pra que percamos tempo com desconfianças, brigas de ego.

XADREZ CARIOCA disse...

Caro Arruda,

eu não vou ser o chefe, pq que tem chefe é índio. Vou organizar e seguir o legado do Salamon.

Fui formado árbitro pelo Salamon, arbitrando dezenas de torneios com ele. Não consegui meus títulos por política ou em cursos relâmpagos em outros estados.

E se tiver que julgar árbitros, o farei e quero ver quem vai contestar!!!

AMORIM

MF-AF Eduardo Arruda disse...

Amorim , obrigado pela visita, vc precisa re-ler o Regulamento do CA, o presidente não julga ninguém monoclaticamente, ele pode dar liminares, quem julga são os 5 membros do Conselho de árbitros mais o presidente, se o presidente deu liminar, não vota.
E boa sorte em sua candidatura, embora agora com a manobra da FEXERJ de estar valendo o Estatuto de 2000, que deixa o SR. Ricardo Barata concorrer de novo, entendo que o Salamon realmente tem razão e vc não esta apto a ser candidato, a não ser que a CBX te de um titulo de arbitro nacional ate a eleição, que acredito que vc inclusive mereça.
Eu tb fui aluno do salamon tendo feito vários de seus cursos e passado em todas as provas que ele me deu( mesmo sem precisar qdo fazia o curso novo refazia as provas) , o primeiro em 1983 na Fundação Roberto Marinho.
Eu, Levi e Elcio viramos árbitros FIDE, tendo feito a prova da FIDE, e o Elcio com os torneios arbitrados merece o seu titulo de AI.

Marcelo disse...

Arruda
Todos os AI e AFs (acho que vc esqueceu de mim rsrs) nao foram titulos politicos ou relampagos em outros estados...

MF-AF Eduardo Arruda disse...

haha Vc foi titulo Político sim, não fez prova e tava sem cumprir uma das exigências,que era ter arbitrado uma prova FIDE nos últimos 6 messes, seu pedido se não tivesse um pedido especial da CBX, não seria aprovado, e vc passou na ultima listagem antes da prova, eu não tive Cacife pra conseguir isso.
Embora vc passaria na prova facilmente pois tem conhecimento pra isso.

AF Paulo C. Levy disse...

Companheiros,
há algum tempo que não visitava o este "Blog", por achar que estava inativo. Foi uma boa surpresa vê-lo voltar à ativa com a "corda toda".
A surpresa ruim veio de um comentário com a expressão "...Não consegui meus títulos por política ou em cursos relâmpagos em outros estados...", e gostaria de saber quem obteve por estes caminhos. Quero também registrar que o número '5' no CA faz referência ao mínimo de integrantes, que são os árbitros da Fexerj com graduação de AN prá cima. Depois de ter sido incentivado por vários companheiros, registrei minha candidatura, em 19/01/2012, às 17:43.
E já proponho um 'Debate', visando à Eleição.

Abraços a todos.

Marcelo disse...

Arruda
Ue? O meu foi pedido da CBX? Politico? De quem?

Maiakowsky- A MELHOR MÍDIA ENXADRÍSTICA DO RJ!!! disse...

Mas Arruda, por que são em 5 os membros do CA? não seriam 7 (sem contar o Barata) pelo estatuto? fala em mínimo de 5.

Abs.

MF-AF Eduardo Arruda disse...

Maia Levi te respondeu.

Marcelo , vc fez o pedido a CBx, so que o pedido deveria ser negado, ja falei o motivo, a CBX interveio junto a FIDE em seu beneficio isso pra mim é politivo sim.

Levi desculpa de pedir pra ser candidato e apoiar o Elcio, e esse blog nunca parou,

Migueis disse...

Há anos faço parte do grupo de árbitros da FEXERJ. Nunca consegui titulos de árbitro por qualquer outro meio que não tenha sido por competencia e trabalho. Seria muito bom que se viessem à tona todas as caracteristicas dos árbitros da FEXERJ. De alguns, teriamos muito a aprender, nos dois sentidos.
Migueis.

Migueis disse...

"monoclaticamente", o nosso ilustre advogado, faixa preta, 8º dan, ex-presidente FEXERJ, enxadrista classe A, quis dizer > monoclaticamente = monocraticamente, que vem de monocracia, ou melhor, autocracia, regime de governo em que um só decide, manda. coisa que tem acontecido e muito por aqui, apesar de haver uma "eminencia parda", um "Richelieu", que decide tanto quanto o poderoso.
Temos que ter cuidado com tais.

Maiakowsky- A MELHOR MÍDIA ENXADRÍSTICA DO RJ!!! disse...

Ué, não houve tréplica. Então foi benesse da CBX é? interessante, "aprovação automática"!

Migueis disse...

"APROVAÇÃO AUTOMATICA", é o que acontece há anos ns escolas estaduais. É um dos motivos da caótica situação da Educação no Brasil. Em xadrez, especialmente no RJ, estamos caminhando para lá. A menos que:
1. haja uma mudança radical
ou
2. se crie uma alternativa, com a criação de uma Liga de Xadrez.
Migueis.